Filmes

[Filmes] Gravidade e A Invocação do Mal

Nessa segunda feira passada, dia 14, eu e o Diego aproveitamos o feriadão para atualizar nossa lista de filmes a serem vistos no cinema. A promoção do dia nos rendeu dois ingressos para dois filmes que já queríamos assistir há muito: Gravidade e A Invocação do Mal.

Gravidade (Gravity)

Eu tento pensar em uma palavra que descreva o filme protagonizado por Sandra Bullock e a única que me vem à cabeça é tenso.

 

 

Logo pelo trailer, você percebe que o filme vai mexer bastante com você e desencadear uma série de sensações angustiantes. Uma astronauta (Sandra Bullock) é vítima de estilhaços de um satélite atingido por um míssil russo. Um dos destroços quebra o suporte em que ela está e a joga para longe. Orbitando em torno da Terra e sem contato algum com a NASA, a Dra. Ryan Stone espera por uma alternativa que possa salvar a sua vida.
Já deu para ter uma noção de como a história é tensa, mesmo com uma premissa simples? E mesmo com apenas dois atores em cena (sim, George Clooney também está no longa), o filme funciona perfeitamente e por vários fatores que apenas complementam a atuação de ambos. Os efeitos em 3D são muito bem feitos (a cada estilhaço que surgia na tela do cinema, eu dava um pequeno pulo da cadeira), isso para não falar do cenário incrível que serve como plano de fundo (e aterrorizante, não vou mentir. Dava uma agonia sem tamanho olhar aqueles dois e pequeninos astronautas orbitando em torno da gigantesca Terra) e da trilha sonora (a música do final é muito perfeita).
Mas, obviamente, o filme não aborda apenas a luta pela sobrevivência de duas pessoas jogadas no meio do espaço sideral. Questões psicológicas bastante complexas (que não irei falar para o filme não perder a graça) são postas em cena  e pequenas referências são feitas no decorrer do longa. Gravidade é, sem sombras de dúvidas, um filme lindo e que vale muito a pena ser assistido (principalmente em 3D!).

 

A Invocação do Mal (The Conjuring)

Por mais que Jogos Mortais não seja uma das minhas franquias favoritas, James Wan conquistou meu coração com Sobrenatural (Insidious) e sua temática inovadora. Quando eu soube que The Conjuring era do mesmo criador, não exitei em acrescentar o filme à minha lista de “filmes que preciso ver no cinema”. Desde março, portanto, fiquei na espera pelo longa.
E o que eu posso falar da minha experiência assistindo ao filme?

A premissa chega a ser clichê: uma família se muda para uma casa antiga e começa a ser assombrada por espíritos atormentados. Desesperados por uma solução, eles buscam ajuda de dois professores especialistas em demônios e em exorcizar espíritos. Rola cheiro de enxofre, quadros sendo derrubados, pernas sendo puxadas à noite, relógios parando às três da madrugada, crianças assustadas (e assustadoras – beijo Mackenzie Foy!)… Mas isso torna o filme menos legal? Não! Muito pelo contrário! A forma como  A Invocação do Mal foi produzida deixa o filme realmente assustador.  Praticamente, não existiam cenas que não contivessem pelo menos um pouco de tensão. Você estava à espera de alguma aparição a qualquer momento, impressão essa que era intensificada pelo jogo das câmeras, que iam e voltavam ao mesmo ponto, e pela própria trilha sonora. “O que será que vai aparecer ali, naquele lugarzinho, quando a câmera voltar a filmá-lo? Eu sinto que vai acontecer algo!” – esse era um dos pensamentos que mais passava na minha cabeça e que mais me fazia encolher.


Chega até a ser incrível como um longa que aborda tantos clichês do gênero surpreende até mesmo os espectadores mais exigentes. Foram muitos os gritos que escutei no cinema (isso fora as risadas nervosas e os “cala a boca!”). Mas o que é mais aterrorizante? A história foi baseada em fatos reais, com poucas cenas mudadas para se encaixar no objetivo do filme. Ambas as famílias retratadas no longa existiram e seus nomes foram preservados como na realidade.

(Já pensou o que faria se isso acontecesse a você?)

Se você for um fã de filmes com bons sustos, A Invocação do Mal é uma ótima pedida.

Vocês também assistiram a esses filmes? Se sim, conte a sua opinião para nós!
Até a próxima!

Previous Post Next Post

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Nilsen outubro 24, 2013 at 4:23 pm

    Quando vi a primeira notícia sobre Gravidade não me senti nem um pouco instigada pra assistir. Eu tenho uma preguiiiça desses filmes parados, e essa foi a impressão que a história me passou quando li a sinopse. Mas, depois que o filme estreou, vi todo mundo falando tão bem que… adivinha? TÔ MORRENDO DE CURIOSIDADE AHAHA Preciso ver esse filme logo <3

    Eu adoro filmes de terror, apesar de ser medrosa! Acho que posso dizer com toda a certeza do mundo que A Invocação do Mal foi um dos melhores filmes do gênero que vi nos últimos tempos. De verdade. Gostei de tudo, me surpreendi bastante e, obviamente, morri de medo. Mas valeu a pena :)

  • Leave a Reply