Browsing Category

Livros

Diario, Livros

[Diário] Supercalifragilisticexpialidocious!


 

Ok, shame on me. Desapareci por mais de um mês (tempo esse que envolveu pés torcidos, trabalhos/provas da faculdade, serviços na bolsa, estudos, visitas à Nárnia…) novamente. Às vezes é um pouco complicado conciliar tantas atividades em tantos rumos diferentes, mas a gente vai levando de pouquinho em pouquinho. É, é isso aí.
Tenho algumas novidades, porém (e boas, para compensar meu período de reclusão espiritual em outras dimensões). Vamos a elas.

1 – A edição física de Outubro vai sair!  

Eu já disse que a Amazon é uma linda? Se sim, posso repetir?
A Amazon possui uma plataforma de impressão chamada Creative Space. Quem me informou sobre ela foi a Josy Stoque (coloque aqui uma série de agradecimentos infinitos e muito, muito amor), e não demorei muito para criar a minha conta por lá. Agora, só falta a Marina Avila concluir a capa para eu mandar rodar a segunda edição impressa de Outubro . A previsão é de que eu tenha algum material até a metade do próximo mês, então aguardem um pouquinho para que eu divulgue preços e formas de compra.

2 – Yume terá uma nova capa!


Sei que a capa de Yume é bastante característica, mas, para começar essa nova fase, eu e a Marina resolvemos mudar a cara do livro. Dessa vez, a capa será ilustrada pelo talentoso Breno Macedo (para conhecer os trabalhos dele, é só clicar no nome). Estamos bastante entusiasmadas, e espero soltar a versão definitiva no próximo mês (já deu para perceber que junho será um período bastante badalado?)
A versão física de Yume ainda não tem previsão para sair, mas fiquem de olho que, em breve, a Wish estará soltando boas novas a respeito.

3 – (Re)Comecei a segunda parte de Os Olhos de Ravena!

Quem me acompanha via Facebook deve ter visto que, no final do ano passado, eu estava surtando de felicidade porque havia concluído a primeira parte do livro. No início desse mês, depois de ter me desfeito de ~~40 páginas~~ posso dizer com propriedade que comecei a segunda parte. A produção está um pouco lenta por causa dos meus afazeres acadêmicos e da montagem do meu portfólio, mas a previsão (ou deadline, como prefiro chamar) é de terminar o livro até o final de 2014.

Por enquanto, são apenas essas as boas novas que trago. Fiquem atentos às próximas!

(OBS: o título é realmente um paliativo para a minha falta de criatividade em pensar em algo para abrir o post. E também porque vi Mary Poppins pela primeira vez na semana passada e estou viciada nessa música).

 

Lançamentos, Livros

[Livros] Cinco nacionais que estou doida para ler!

(Imagem pega no Tumblr. Carece de fontes)

 

Por mais que eu tenha repetido várias vezes: “vamos lá, Kamile, esse é um ano para você ler todos os livros que tem na sua estante e não para comprar mais“, é meio impossível uma leitora assídua deixar de montar wishlists, certo? E 2014 está trazendo surpresas e novidades muito bacanas (que fazem meu bolso coçar). Como no momento estou acompanhando mais de perto os lançamentos brazucas, selecionei cinco que estão simplesmente me matando de ansiedade! Vamos à lista:

Continue Reading

Literatura, Livros, Maratona Literária

[Maratona Literária] O primeiro desafio de 2014

Eis que, depois de ter namorado muito a primeira edição da Maratona Literária (para saber o que é, clique aqui!) e não ter conseguido participar, surge uma chance para mim. O desafio de leituras começou e, dessa vez, estou LI-VRE para poder participar e ser feliz! A minha meta é pequena (desproporcional à quantidade de livros que existe aqui em casa) porque, como também estou aproveitando as férias para revisar, preciso dosar bem a minha dedicação. Vamos aos livros?

#Partiu #Leituras
Continue Reading

Literatura, Livros, Quotes

[Quote] As Virgens Suicidas (Jeffrey Eugenides)

 Nunca conseguimos entender por que as meninas queriam tanto ser maduras, ou porque se sentiam na obrigação de elogiar umas as outras, mas às vezes, depois que algum de nós lia algum trecho mais longo do diário em voz alta, precisávamos lutar contra o ímpeto de nos abraçarmos ou de dizermos um ao outro como éramos bonitos. Sentimos o encarceramento de ser uma menina, como isso deixava a mente ativa e sonhadora, e como elas acabavam sendo naturalmente quais cores combinam melhor. Ficamos sabendo que as meninas eram gêmeas nossas, que todos existíamos no mesmo espaço como animais de peles idênticas, e que elas sabiam tudo a nosso respeito, embora não entendêssemos coisa alguma sobre elas. Ficamos sabendo, enfim, que na verdade as meninas eram mulheres disfarçadas, que compreendiam o amor e também a morte, e que o nosso trabalho era apenas gerar o ruído que parecia fasciná-las.

Pg. 44

Ano Novo, Livros, Mangás, Quadrinhos, Retrospectivas

[Retrospectiva 2013] – As melhores leituras do ano

(Lola, minha Pullip Grell, fotografada nesse domingo pela toda fofa da Luana Rôla )

 

Se tem uma coisa que considero bem divertida para se fazer nesses últimos dias do ano é montar retrospectivas. E 2013 foi um ano (da serpente!) super agitado e cheio de coisas boas, o que me deixa mais empolgada ainda para montar listas das melhores coisas que vi, que registrei, que li… Pensando nisso, farei uma série de posts nessa e na próxima semana apenas abordando o tema.
Vamos à de hoje?

Continue Reading

Filmes, Literatura, Livros

[Filmes] Jogos Vorazes – Em Chamas

Eis que, após longos meses de muita ansiedade e espera, finalmente pudemos assistir ao segundo filme da trilogia Jogos Vorazes: Em Chamas. E, ainda em êxtase, eu (comentários em azul) e a Sarah Fortes (comentários em rosa) resolvemos fazer uma resenha dupla do longa.

OBS: Esse post poderá conter spoilers sobre o livro. Portanto, se você ainda não o leu, é aconselhável que pare a sua leitura aqui.

Continue Reading

Livros, Outubro

[Outubro] Novos rumos a partir de dezembro

2013, inegavelmente, foi um ano cheio de reviravoltas para mim. E uma delas, sem sombra de dúvidas, foi a minha entrada na Amazon como autora independente. As vantagens de fazer parte do time Amazon foram imensas e, pensando no que é melhor para mim e para a minha obra, optei por colocar Outubro na plataforma também. Em dezembro, o livro será lançado somente em formato e-book.
Agradeço bastante à Editora Literata pela oportunidade que me foi dada ao longo desse ano. Foi por causa do trabalho de vocês que pude realizar o sonho de colocar meu segundo livro no mercado. Obrigada!
Mas, calma: para quem quiser ainda ter a edição física, há a possibilidade. Estarei vendendo as últimas quinze cópias ainda no preço promocional de vinte e cinco reais. Portanto, corram para não perder a oportunidade 🙂 A ideia do book tour também continua em vigor, então aguardem para descobrir mais novidades em relação a isso.
Agradeço a todos desde já! E vamos em frente!

Livros, Outubro, Yume

[Livros] Yume por 0800 e o book tour de Outubro… Mas, heim?

Enem passou, levou consigo todas as minhas crises de refluxo e gastrite e a semana absurda em que eu só fazia roer as unhas e dormir mal. Assim sendo, pude finalmente voltar a mexer com o blog e dar as novidades que estive segurando por tanto tempo!

A primeira é que Yume estará disponível para download na Amazon a partir de hoje e até o dia 30/10!  Isso mesmo, você não leu errado! Durante esses três dias, você poderá baixar Yume no seu aplicativo Kindle de graça por esse link aqui! Portanto corra, que a promoção é super limitada e tá linda!
(Ainda tenho notícias mais quentes sobre Yume, mas vou deixá-las guardadinhas por enquanto. Aguardem…)

A segunda é que, depois de analisar muito, resolvi fazer um book tour de Outubro. Embora eu não tenha experiências tão boas com o de Yume (os livros que enviei se perderam e não pude realizar o sorteio que prometi. Além disso, foi numa época em que não consegui fiscalizar o andamento das resenhas por causa de problemas familiares), decidi dar uma segunda chance e realizar o de Outubro. Porém, dessa vez, o número de blogs escolhidos será pequeno: apenas cinco. Em novembro (tunduntz!), explicarei melhor como será esse book tour e iniciarei as inscrições.
Gostaram das novidades? 😀

Até a próxima!

Livros

[Resenha] Poção do Amor, Vanessa Bosso

Amy é uma bruxa, mas após a morte de sua avó e mentora, resolve ser apenas uma garota comum. Mas o destino é sábio e tem outros planos para ela. Fox, seu melhor amigo e o grande amor de sua vida, começa um namoro irritante com Beatrice, a menina mais chata, entojada e esnobe da cidade. Amy não se conforma com esse namoro repentino e acaba descobrindo que Beatrice roubou a fórmula da Poção do Amor do grimório de sua falecida avó. Ah, que biscate essa garota! Agora Amy precisa colocar a bruxa interior para fora e rodar a baiana… quer dizer, a varinha. Será que conseguirá salvar Fox dessa tremenda roubada?

 

 

 

Poção do Amor é o segundo livro da Vanessa Bosso que eu li e, preciso dizer, me surpreendeu. A temática é totalmente diferente daquela que caracterizava a Van quando eu a conheci (afinal, ela é a diva do apocalipse, não se esqueçam! E me botou um medo danado com aquela sinopse de 2012). A mudança, embora brusca, mostra que a autora não tem medo de se arriscar em novos horizontes e, principalmente, que sabe trabalhar em terrenos diferentes com maestria. Ponto inicial para a Vanessa.
A história é uma comédia romântica teen muito bonitinha e que invoca lembranças das primeiras paixonites da escola (me lembrou, também, da época gostosa em que eu colecionava a revista Witch!). Amy é uma bruxa, por mais que tente negar este fato, e vem de uma família de feiticeiras. A sua finada avó era uma, sua tia é outra, e há, inclusive, uma loja (a Poção do Amor) na herança familiar. Porém, Amy não pode negar para sempre a sua veia mágica: seu melhor amigo (e grande amor), Fox, foi vítima de um feitiço jogado por Beatrice, a menina mais insuportável da cidade. E para piorar a situação, Beatrice só conseguiu esse feito porque roubou a receita da poção do amor do livro da avó de Amy!
Não são poucas as peripécias que Amy faz para salvar Fox, e tudo isso gera muita risada. Logo nos primeiros capítulos, no momento em que a nossa protagonista descobre o namoro do seu amor, tive uma crise de risos, de chegar a lacrimejar. Isso sem contar com as situações apertadas que a jovem bruxa se mete, sempre auxiliada pela sua amiga Larissa e pela sua tia (uma verdadeira figura e a minha personagem favorita), Luah. Alguns momentos, porém, me pareceram absurdos além do normal, mas relevei e entrei na comédia de erros que Amy gera em suas tentativas de resgate.
A narrativa da Van também melhorou bastante conforme o tempo. Quando li seu primeiro livro, O Imortal, percebi uma certa carência de descrições em vários momentos. Poção do Amor não é um livro extremamente descritivo, mas se mostra bem mais maduro que as primeiras obras da autora. A narrativa é ágil e divertida, então devorei o meu e-book em pouquíssimo tempo.
Termino a resenha com uma música que era a cara dos meus tempos de pré-adolescente. Poção do Amor não apenas me divertiu, como me trouxe lembranças de um tempo gostoso. Um tempo em que histórias de bruxas eram as minhas favoritas.